Gravidíssimas, o papo hoje é especial para vocês!

Nossa querida blogger Juliana Beloto é uma das pessoas mais estilosas que conheço. Ela tem muita noção de si própria, o que fica bem para seu tipo físico e sabe tirar proveito de seus atributos. Agora que está carregando o Gu em seu ventre (a titia aqui está louca pra conhecê-lo!), me inspirei nesse momento incrível que a Ju está vivendo para escrever um post para as grávidas, falando sobre como manter-se alinhada com simplicidade. Não sou expert em moda gestante, então tive de pesquisar sobre o assunto e acabei encontrando algumas dicas válidas pras mamães que não querem deixar a peteca cair, ainda mais nessa época da vida em que estão com a feminilidade à flor da pele. 

Vamos às sugestões?

Invista em leggings.

Há quem defenda que esse tipo de calça é esportivo demais e que não dá pra usar muito. Mas eu A-D-O-R-O! Hoje em dia tem tanta variedade de tecidos, cortes, tem leggings tão incrementadas que é possível SIM usar sem ficar com cara de academia. Além de tudo, essas calças são o ápice do conforto (e nessa fase, é o que as gravidinhas mais prezam numa roupa).

Jeans! (por quê não?)

Se for para investir em uma calça ou short jeans feitos para gestantes, existem aqueles modelos de jeans mais molinho e a maioria deles vem com um tecido (seria um elástico?) que envolve e acomoda a barriga. 
Caso você não queira comprar e tenha uma calça que está no guarda-roupas que ainda te sirva, você pode mandar pra alguma costureira tirar o cós e colocar esse tecido no lugar. Depois que o bebê nascer, é só pedir pra ela desfazer e voltar com o cós original.

Aposte em vestidos.

Não tem roupa que represente mais a mulher do que o vestido. Veja quais modelos te agradam mais e use sem moderação! Eu particularmente gosto mais dos longos, acho que são mais despojados e trazem bossa ao look. Os curtos também têm seu valor e podem deixar visual mais chique. O meu predileto é o wrap dress ou vestido transpassado, criado pela Diane von Fürstenberg. Use os de tecido mais molinhos, de modelagem não muito justa para ter movimento e ficar à vontade, mas também não deve ser muuuito amplo – aliás, fuja deles estando grávida ou não! Não se prenda por achar que vai ficar feio se marcar um o corpo, afinal, a barriga fica linda quando evidenciada. Mas se você encanar, use o vestido num tom mais escuro, como azul marinho ou preto.

Batas, chemises e camisas.

São perfeitas para combinar com as leggings – ou calças de qualquer modelo com elástico no cós – e fazer um look interessante. Para complementar use uma terceira peça, seja uma jaqueta, casaquinho, blazer ou colete. Se quiser marcar a barriguinha, use faixas ou cintos fininhos. 

Nos pés, conforto.

Para os pezinhos não sofrerem, opte por modelos que não te cansem. Sapatilhas, mocassim, tênis e 
rasteiras são muito bem vindos. Mas se você não abre mão dos sapatos, pode ir de anabelas, espadrilles (que continuam em alta) ou ainda aqueles com saltos mais grossos tipo bloco, que dão mais equilíbrio ao caminhar.

Agora, uma seleção de fotos que fiz para vocês se inspirarem.



Uma alternativa boa para quem não quer gastar muito é procurar as fast-fashion, que costumam ter 
setores específicos de vestuário para gestantes. Também existem algumas marcas especializadas em fazer roupas que trazem informação de moda atual aliada às necessidades momentâneas das futuras mamães.
Claro que você não precisa mudar seu guarda-roupas inteiro nessa fase e também não tem necessidade de gastar rios de dinheiro. Comprando algumas peças-coringa, básicas, você passará tranquila, elegante e segura de si por essa fase, podendo preocupar-se com o que realmente é importante: você e o seu bebê.

Beijos,

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Sem firulas © Layout criado por: Algodão Doce Design
imagem-logo