Caldeirão canino

Neste sábado recebi uma mensagem de uma amiga minha pelo celular: "Põe no Caldeirão do Huck!", como não estava em casa, não acatei a sugestão e só depois, através do you tube, descobri o porquê dela ter me indicado a atração global. Para quem não assistiu, segue o vídeo, segunda parte do quadro, na qual eu mais chorei...



Chorei de felicidade por saber que ainda existem esses Joãos no mundo. De tristeza por saber que são poucos, muito menos do que a maioria que escraviza, abandona, mata e tortura tantos animais, de qualquer espécie, todos os dias, pautados por distintas ou nenhuma justificativa.

Chorei porque é emocionate sim, ver pela televisão histórias desses heróis, exércitos de um homem só, que salvam sim, a vida dos animais...mesmo que sempre haja alguém para fazer aquela incrível perguntinha “Por quê não vão salvar as criancinhas?”


Que sirva de exemplo para todos os outros canais, as pessoas gostam de ver também quem ajuda animais. Dá audiência. E nada melhor do que ouvir da boca de um apresentador de TV Global, que é melhor adotar um vira-lata do que comprar uma animal de raça.

E é melhor sim! Quando você adota, resgata, recolhe você está salvando uma vida.
Quando você compra, você financia, compactua e perpetua um comércio vil e cruel.

O recado está dado. Obrigada a vocês: Joãos e Marias, anônimos incansáveis de todo o Brasil, que também abdicaram de uma vida social, do luxo e do status para salvar vidas.

"E esse caminho que eu mesmo escolhi" diferente da música de Raul Seixas não é tão fácil seguir...
Mas cada escolha vem sempre com uma (ou muitas) renúncias...
Ainda assim, acredito que vale a pena ser rotulado de louco, nesse mesmo mundo onde os normais vivem focados no próprio umbigo.

E para encerrar esta postagem, gostaria de homenagiar a minha irmazinha, futura veterinária, rotulada de louca e anormal porque recolhe animais de rua. Ela está com 30 cachorros neste momento e as pessoas que a criticam são as mesmas que não ajudam em nada.

A vida para ela de fato é mais pesada, assim como para o meu cunhado, parceiro incansável da causa, mas estas 30 vidas que ela salvou, retribuem com um amor incondicional todo santo dia.

E neste mundo, onde famílias se matam por dinheiro, onde morrem tão cedo Isabellas e Joannas...me sinto grata e abençoada por ser minha irmã quem é!

Seguem as fotos de alguns dos filhos que ela resgatou.


 A Juaninha chegou adulta também na casa da minha irmã, não sabemos se foi abandonada ou se estava perdida. Não sabia se comportar na rua, quase foi atropelada e tinha muito medo de tudo. Tem sequelas que evidenciam os maus tratos sofridos. Hoje desfruta de uma "velha infância" pois adorou duas filhotes que minha irmã também recolheu e que ela adotou prontamente com quem brinca quase que o tempo inteiro, como se ainda fosse um filhote.



A Kiara, nossa poodle de corpo e pit bull de alma, tinha donos, que a compraram e a espancavam. Ela tem as patinhas da frente tortas, tem artrite e sente muitas dores, ainda mais agora que está ficando velhinha. Quando minha irmã a adotou ela tinha medo de tudo e todos. Felizmente hoje é uma cachorrinha segura e tranquila, mas que não leva desafora pra casa.




A Leda é extremamente temperamental e chata. Mas felizmente minha irmã não usa essa justificativa para abandona-la novamente, como costumam fazer os sem coração. A Leda era um filhote e foi encontrada junto com seus irmãozinhos que felizmente também consguiram um lar.

O Netuno foi um dos que estavam mais debilitados. Meu cunhado o encontrou próximo a praia, completamente acometido por sarna, já sem pelos pelo corpo. Estava muuuito magro, desnutrido, tinha um olhar triste e quase não se levantava. Ficou na minha casa no período de reabilitação, não dava trabalho para medica-lo ou dar banho. Hoje além de sadio é um cachorro muito tranquilo também.


A Ofélia já era adulta quando minha irmã a resgatou correndo insana no meio de uma rodovia movimentadissima, aonde inclusive não é nada raro encontrarmos animais vítimas de atropelamento.


Este é o Sarnei, tem este nome porque estava com sarna, só para variar, certamente o melhor presente que minha irmã recebeu. O Sarnei é tranquilo e carinhoso...além de ser amado por todos os outros mebros da família. Ele é uma unanimidade!




E não quero com esta postagem obrigar as pessoas a entrarem para este time de loucos e povoarem suas casas com centenas de animais. Quem escolhe este caminho tem que ter vocação, pode ser que seja um karma. Não sei, não há muito que se explicar também.

Mas se está passando pela sua cabeça ter um bichinho, não caia nestas armadilhas de pet shop e criadores que dizem possuir uma raça X que combina com seu comportamento e estilo de vida Y.

O amor dedicado a estes animais determina seu comportamento. Claro que cada um tem a sua personalidade, tal qual em uma família, onde os membros destoam, mas se existe amor, respeito e união, só prevalecem as coisas boas.

Não compre um animal. Salve uma vida!

Um P.S.: Os cachorros da foto não estão disponíveis para a adoção. Estes, felizmente, já encontrarm a sua família. Mas há milhares de animais enclausurados em abrigos e CCZs, vivendo em holocaustos, a mercê da sorte ou do azar pelas esquinas de todas as ruas...esperando por uma família.

8 comentários:

  1. Adorei o post!
    Q coincidencia, ontem mesmo apareceu um cachorro filhotinho lá perto de casa, e já o adotamos! Ele irá fazer compania pros outros 2 q ja temos, pois eles estavam sentindo muito falta da nossa cadelinha q foi atropelada recentemente... Incrivel como um ser tão pequeninho pode alegrar tanto o dia de uma família!
    Não entendo como tem gente que não goste, q maltrate... Como pode???

    ResponderExcluir
  2. Lindo post Mari! Parabéns para a tua irmã e pela postura ética por ela escolhida! Parabéns à vc pq sei que tb está nessa luta. Parabéns à Bárbara por adotar o novo membro da família! Adoção é o maior ato de amor wue conheço! Extendo a tua homenagem á minha mãe que hoje abriga 95 animais que vagavam doentes e famintos pelas ruas. Os meus adotados também mandam lambidas sem fim para todas...

    ResponderExcluir
  3. MInha querida...Também assisti e não creditei que ainda existem anjos de duas pernas que dedicam a vida a isso....
    Eu sou TOTALMENTE CONTRA a compra de animais....
    Parabéns a sua familia...
    Eu também tenho 3...
    Minha cachorra foi encontrada na rua prenha de 11 cachorrinhos.
    Ela nem teve forças para tentar correr quando foi encontrada... Acho que foi um grito de socorro.
    Chegou em casa, meu marido deu um belo banho...não tinhamos ração na hora, demos arroz e strogonoff do jantar...kkkkkkkkkkkkkkk
    depois de 3 meses nasceram os 11 vira latas....
    ´Fiquei apavorada.... imagine quem vai querer um vira latas...
    Doei 8.... Um nasceu morto e sobraram 2...
    Hoje eu tenho a mãe (Lana) e dois filhos ( Clarinha e Boomer)... São minhas paixões... Eu fiz a minha parte, não joguei nenhum na rua e te juro por Deus.... Eu daria qualquer coisa para poder ajudar todos os animais necessitados....
    Sou a FAVOR TOTAL da castração...
    As vezes fico olhando meus cachorros e penso que eles tem tanto amor para nos dar e acabam morrendo tão cedo né...
    Faço tudo por eles.... parece até que são filhos sabe....
    Bom é isso.....
    Eu tenho minha alma leve, limpa.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  4. Vc disse tudo...lindo post...de rir e de chorar, de alegria pelos bichinhos q encontraram um lar e de tristeza pelos q não tiveram (ainda) a mesma sorte. Tbm sou contra a compra de animais, sendo q hà tantos esperando adoção..."Amizade não se compra" ----> esse é o slogan da uma campanha de uma ong daqui, a Viva Bicho.
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. SUPER aprovo teu Post e apoio a campanha pela adoção de animais abandonados.
    Amo cachorros e já tô acostumada a ouvir as pessoas me mandarem ter filho!

    Lila Czar
    http://seviracom30.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Eu vi. Nao gosto desses programitas estilo caldeirao do hulk, panico etc. O entretenimento no Brasil ta em decadencia. Ou pelo menos estao dando chance só pros idiotas. Enfim, mas dai minha irma q é FANATICA por animais, inclusive adotou uma cadela aki pro apto q nao tem a patinha de tras, me chamou e fikei vendo. Realmente merecido o premio dele. E ainda imitando raul seixas, q beleza!!

    Otimo post, tomara q as pessoas se concientizem q animais tb sofrem e sentem dor.

    Bjss

    Estilo Distinto:
    http://estilodistinto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Para que assim você me faz chorar...assisti o caldeirão sábado e amei...sabe,se eu tivesse vocação com certeza seria veterinária,mas eu não consigo ver um cão machucado e tratar,ou ter que sacrificar algum por que a doença não tem mais cura...se eu pudesse pegaria todos os cães de rua e cuidaria,mas não posso porque não tenho espaço e vivo em guerra com meu pai porque ele não gosta de cães e eu tenho duas...me emociona muito esse tipo de pessoa como sua irmã,são pessoas de bom coração...não tem nada que me faça chorar mais do que cães abandonados...ai tem aquelas perguntas do porque não ajudar as crianças?Já pensou se todos ligassem apenas para as crianças e esquecessem os animais?
    Sou completamente apaixonada por cães e ainda sonho que um dia poderei ajudar mais.
    Se a pessoa quer um cão de raça,adote um,pois hoje em dia até cães de raça são abandonados...
    SOU CONTRA OS MAUS TRATOS AOS ANIMAIS...SEMPRE...bjkixxxxxxx

    ResponderExcluir
  8. Bárbara: Vc nem imagina o qto eu fico feliz com esta notícia! Que esta nova integrante da família seja muito feiz e traga a vcs ainda mais felicidades!

    Jafa: minha admiração por vc, certamente se estende a sua mãe. Me orgulho nestas horas de ser uma humana...

    Jana: linda sua história! Imossível não ama-los incondicionalmente! Obrigada por tb fazer a sua parte neste mundo!

    Lu: sempre me dá uma enorme felicidade qdo encontro virtualmente protetores de todo o Brasil. Se não conseguimos ajudar todos...pelo menos somos responsáveis por interfirir na sorte de muitos!

    Lila: as pessoas são mesmo assim, tratam de interfirir na nossa forma de atuar. Piedade, senhor, piedade...pra esssa gente careta e covarde...

    Jim: meu muito origada a sua irmão. Pq se já é difícil fazer as pessoas optarem por adotar vira-latas, muita mais difícil é quem recolhe um bichinho deficiente. Imensas alegrias a vcs!

    Kamyla: tinha certeza q veria vc por aqui neste post. Fique tranquila...vc têm a vida inteira para ajudar e muito...beijos!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário e pela visita!

Se seu comentário for uma pergunta, pedimos que deixe um e-mail de contato, pois não conseguimos responder comentário anônimos!

Ju e Thata

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Sem firulas © Layout criado por: Algodão Doce Design
imagem-logo