Pé na Estrada com Dudu: Tirando o visto Americano


Demorou um pouco pra eu dar notícias sobre o andamento da nossa aventura, mas é que as coisas ficaram meio lentas, vocês vão entender o porquê nas próximas linhas.

Tiramos o passaporte do Dudu, fomos na Polícia Federal e descobrimos que para menores, gestantes e idosos NÃO É PRECISO AGENDAR para tirar o passaporte, é só chegar com os documentos e a guia de R$156,00 paga. Legal! Demorei mais de um mês pra conseguir uma data e lá fiquei sabendo que poderia ter tirado bem antes. Enfim...ficadica.

O passaporte demorou uns dez dias para ficar pronto (e é a coisa mais linda desse mundo ver aquele pingo de gente com um documento oficial) e como eu disse naquele post sobre o passaporte ele tem a validade de um ano somente. Com o passaporte em mãos partimos para o site do Consulado Americano para fazer o agendamento do visto do Dudu e do marido, que também não tem visto. Fatos que você deve saber sobre os agendamentos de visto:

- A média de espera para conseguir uma entrevista é de 40 a 45 dias em São Paulo. Nos outros estados pode variar, geralmente para mais. Então fique ligada para não deixar pra última hora, senão vai ficar sem visto.
- Próximo das épocas de férias esse prazo aumenta consideravelmente, então se você vai viajar em julho se prepare para agendar o visto mais ou menos em março, pra ser atendida em maio ou junho. Não deixe pra última hora.
- Não existe taxa de urgência para adiantar o visto, a não ser nos casos de viagens de negócio ou motivos urgentes, uma doença por exemplo. Visto de turista não é considerada urgência, sem exceção, nem com passagem em mãos, nada.
- Para saber informações e agendar seu visto é preciso pagar uma taxa de R$38,00, que da acesso ao sistema para verificar as datas mais próximas, marcar ou remarcar a entrevista (direito a uma remarcação) ou tirar dúvidas por telefone. Essa taxa vale para agendar até cinco pessoas da mesma família.
- No caso de menores de 14 anos, não é necessário que eles compareçam ao consulado para a entrevista, basta que um dos pais ou responsável esteja presente com a documentação.
- Sempre existe a possibilidade de você ter seu visto negado (toc toc toc) e se acontecer, todo o processo tem que ser refeito. Então conte com isso também na hora de agendar o visto.

Depois de pagar a taxa de agendamento e informação, consegui visualizar as datas disponíveis e vi que a data mais próxima era 13 de Outubro (detalhe, já agendei há umas três semanas). Agendei as entrevistas e aí parti pro preenchimento do formulário, que é enorme e super chato de preencher. Até o começo do ano era necessário preencher dois formulários, o DS-156 e o DS-157, que deveriam ser baixados e preenchidos off-line. Esses formulários foram substituídos pelo DS-160, que é totalmente on-line e todo em Inglês (há um tradutor em cima de cada campo, mas mesmo assim é uma chatice). Te perguntam todo tipo de coisa, como por exemplo, se você é, foi ou já financiou terroristas, se sabe fabricar bombas ou se já traficou drogas (é sério!), além de todo seu histórico de trabalho e estudo.

Além da mudança no processo de preenchimento, agora é necessário digitalizar uma foto nesse formulário. A foto tem uma série de regras: fundo branco, olhando pra frente, sem brincos, cabelo na testa, barbas, etc etc, você pode verificar todas as regras aqui. Ainda não cuidei disso porque as regras também valem pro Dudu e como eu vou fazer a pessoinha sentar ereta? Aquela foto do passaporte não vale, não sei ainda como vou fazer. Mas isso é assunto para outro post.

Depois de preencher o formulário interminável, que deve ser completamente preenchido até dois dias antes da entrevista e deve ser levado impresso ao Consulado junto com a foto também impressa, tem que pagar uma taxa ínfima de US$140,00 por pessoa, em dinheiro e somente em agências do Citibank. Paulada na cabeça! No meu caso são duas pessoas, dólar a mais ou menos R$1,80, faça as contas e chore comigo.

Aí você pensa “Até que não é tão difícil!”. Só que além do formulário, foto, guia da taxa paga, você tem que levar todo e qualquer documento que comprove seu vínculo com o Brasil, ou seja, que você não vai pra lá e virar imigrante ilegal. O que eu levei quando tirei meu visto:

- Escritura da casa
- Documento do carro no meu nome
- Extratos de cartão de crédito, poupança, conta corrente, etc
- Certidão de casamento
- Declarações de Imposto de Renda dos três últimos anos
- Declarações de rendimento (hollerith, pró-labore)
- Comprovantes de residência
- Carta convite da empresa que eu fui trabalhar
- Passaporte (pode parecer óbvio, mas tem gente que esquece o passaporte em casa no dia da entrevista)

Mas você pode levar também:
- Contrato de aluguel (se não tiver casa própria)
- Certidão de nascimento dos filhos
- Contas de água, luz, telefone e condomínio em seu nome ou do cônjuge
- Se já tiver a passagem marcada, leve os comprovantes da agência de viagem, hotel, etc.

Não há regra do que levar, se você tem documentos a mais ou a menos do que eu listei acima, junte tudo que considere importante e leve. Ah, é tudo original, nem adianta levar cópia, mesmo autenticada. Corre ainda o risco – e isso é muito comum – de eles nem pedirem pra ver nenhum desses documentos. Mas em todo caso é melhor ser precavido, porque vai que te acham com cara de terrorista.

Basicamente essas são as informações que você precisa para agendar o visto americano. Assim que passar a entrevista eu faço um outro post porque como eu tirei meu visto há algum tempo, pode ser que o processo interno tenha mudado.

5 comentários:

  1. Nossa, quanta coisa e $$$$?
    Acho muito caro!!!
    Tenho certeza que o contrário (entrar no Brasil) deve ser molezinha... os americanos quando vêm pra cá devem rir da gente!!!rsrrrs meeeesmo!

    bjs

    brechoparaquemechic@bol.com.br

    ResponderExcluir
  2. eu levei tudo isso que vc listou e mais um pouco e adivinha?
    não pediram NADA ...

    ResponderExcluir
  3. Sei bem como é esse processo, essa demora e tbm a ansiedade. O meu visto foi o intercâmbio.

    BjoS2

    ResponderExcluir
  4. Como é que você fez com a foto do seu filho ?
    Estou na mesma situação.
    Minha filha tem 4 meses e será Impossivel tirar uma foto com todos estes requisitos.
    Aguardo retorno.
    Atenciosamente
    Gustavo.

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    gostaria de saber como você procedeu com a foto digital.

    Minha filha tem 4 meses e será humanamente impossível tirar esta God Damn pic com todos esses requisitos.

    E ai ? Como é que vc se virou ?
    Para o passaporte usamos uma foto bem zoada.


    Gustavo

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário e pela visita!

Se seu comentário for uma pergunta, pedimos que deixe um e-mail de contato, pois não conseguimos responder comentário anônimos!

Ju e Thata

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Sem firulas © Layout criado por: Algodão Doce Design
imagem-logo