Apenas um desabafo...

Olá meninas! Começo esta postagem agradecendo a Janaína, também colaboradora do blog, que se absteve de sua coluna para que o tema (tão fortemente discutido por aqui e esmiuçado, inclusive e principalmente, por ela) sobre a vivissecção e a campanha que o governo iniciou afim de convencer a população sobre os benefícios da prática, continuasse sendo o foco. Portanto me estenderei sobre o assunto.

Como a minha conexão anda longe de estar satisfatória, não pude fazer a pesquisa que gostaria para me aprofundar mais no tema e repassar para vocês maiores informações.

Sinceramente não sei como proceder, nem por onde começar e acredito que nenhuma manifestação de quem quer que seja, seja suficiente para barrar a campanha e principalmente a continuidade dos testes em animais.

Lendo sobre o assunto, recordei-me que em março deste ano a mídia noticiou uma suposta cura para o câncer. A descoberta, as custas de experimentos com ratos, foi feita pelos cientistas de Harward e consiste no envelhecimento das células.

Pode ser que cientistas e pesquisadores tenham dado pulos com a descoberta, mas a verdade é que esta cura é apenas para câncer de prostata, um dos tipos de câncer com maior chance de cura, quando diagnosticado previamente.

Depois que inúmeros animais, modificados geneticamente, acometidos propositalmente por determinadas doenças (neste caso o cancer de protasta), que sofrem com as dores provacadas por elas e não tem o direito humano de receber analgésicos para suaviza-las, nos deparamos com a realidade atual da sociedade: há a descoberta e ela está infinitamente  distante de se tornar palpável ao ser-humano.

Os animais são torturados  e sacrificados, cientistas aplaudidos e betificados, mas as pessoas continuam a morrer, porque os multibilionários laboratórios não estão interessados na sua vida, muito menos o governo.

Aliás um dos argumentos dos cientistas a favor da vivissecção é defender que através destes testes é que foi inventado o coquetel para aids. Vamos também recordar que este coquetel ficou bem engavetadinho por muito tempo e só os muito abonados tinham acesso e puderam estender sua vida fazendo o uso deles. Depois que muitos gays e travestis pobres morreram sem acesso a este coquetel...E que tantos testes não garantiram a cura, mas sim a sobrevida, bem mais interessante para quem fabrica estes medicamentos e mantém doentes como reféns de suas próprias drogas.

Testes em ratos e camundongos também comprovaram que crianças e adolescentes usuários químicos, ficam dependentes com maior facilidade (Jura? Precisa mesmo de teste para chegar a esta conclusão?). E para que os cientistas chegassem a esta brilante conclusão , vários ratos foram viciados em álcool e cigarro. Pesquisa que demandou dinheiro (sabe-se lá quanto) e poderia ser revertida para ações reais e eficientes para que crianças e adolescentes tenham outras opções além de fumar crack e cheirar cola. Mas deixem-os desamparados: o mais importante é saber que eles ficam dependentes com maior facilidade que os adultos...

Enfim...não quero desmerecer o trabalho de  cientistas e pesquisadores, humanos e éticos, se é que ainda existem seres-humanos com essas características. Mas acho que este mundo da ciência é governado por egos desvaraidos, homens com o rei na barriga, brincando de ser Deus, verbas milionárias , pouca informação a população leiga e um cartel de laboratórios com muitas cartas na manga e nenhuma preoupação, seja com os seres-humanos, seja com os animais.

Não sei que caminhos posso trilhar e quanto minha voz abafada há de gritar. Sempre sou obrigada a ouvir que protetores de animais são alienados com pena dos "fofuxos", mas que tomam remédios, fruto dessas invenções as custas de tanta tortura.

Bom,  eu que tomei voltaren  duas vezes na vida, que tive apenas uma grande infecção durante a infância, que trato meus filhos com fitoterápicos, que aguentei 12 horas de contrações colossais, sem anestesia durante o parto da minha filha e espera que a maior intervenção cirúrgica, pela qual tive que passar tenha sido a cesariana do segundo filho... que só tomo analgésicos em casos extremos, que felizmente não sou VICIADA em todas estas drogas fabricadas pelos humanos para curar e que causam tanta dependência quanto qualquer outro químico ilegal.

Mas não posso prever o amanhã...talvez eu ainda precise dessa ciência para salvar minha vida. Talvez todos estes testes não sirvam para isso. Certeza mesmo: é de que vou morrer, assim como todo mundo: os ratos de labaratório e os renomados cientistas. Com ou sem a ciência para auxiliar.

Deveríamos ter garantido o direito a vida, enquanto ela existe e é real...e não esperarmos pelo dia em que a ciência nos vai permitir viver 100 anos, aprisonados socialmente, incapazes emocionalmente, alienados mentalmente...

Já que não posso pedir pelo fim do holocausto dos animais. Já que dinheiro e status valem mais que a vida, seja de quem for. Eu peço apenas que enxerguem as discrepâncias. Milhões de animais são mortos e não achamos a cura para o câncer. Um mesmo câncer que acomete uma pessoa e a mata, numa outra é curado com satisfatória facilidade. Porque somos indivíduos, cada qual com suas predisposições tanto genéticas como, inclusive, energéticas. (mas a ciência não sabe porra nenhuma sobre energia)

Aliás...gasta-se tanto em pesquisas. Gostaria de ver estudos e estatísticas que revelassem uma Dona Maria, faxineira, de 50 anos, moradora da periferia, com câncer de mama, tratada pelo SUS e uma Dona Maria, socialite, 50 anos, moradora de bairro nobre, com câncer de mama, tratada pelo melhor especialista do pais. Quem tem mais chances de sobreviver? E o que a ciência tem a ver com isso?

Hoje podemos acessar o twitter, msn e e-mail através de celulares. Assistimos televisão dentro de ônibus com eles. E a energia solar é ainda tão cara e inacessível.

Deveríamos ter estabelecido prioridades: o que é importante, o que é necessário, o que vai mudar este mundo para melhor. Mas o fato é que ninguém busca o melhor para você! Nem a ciência, muito menos o governo.

Todos querem o mesmo: que você continue a viver sua vida, o mais alienado possível, sem fazer perguntas. Vivendo 4 horas por dia para o trânsito, 8 horas por dia para pagar impostos e o resto com a sua família...para você achar que é feliz. Enquanto isso poder público, iniciativa privada e toda a ciência continuam como sempre estiveram: atrás do dinheiro, lembrando de você apenas quando você paga a conta!

Meu desabafo!


Para saber mais:

2 comentários:

  1. Muito interessante seu ponto de vista. PORÉM, inutil quanto ás mudanças necessarias.
    A ciência é algo fundamental e profundamente necessária para a sobreviencia de humanos. Enquanto você se queixa da morte de camundongos, ratos, macacos e outros animais, por que não se queixa da tortura em humanos? Das experiencias que enchem eles de esperança de cura, mas são somente testes de alguma droga que pode demorar anos para ficar pronta.
    Todos somos torturados todos os dias com violencia, doença, injustiça, drogas e demais males. O MUNDO É ASSIM. Seu desabafo é válido sim, porém em nada muda as coisas. Estou farta de ver pessoas falarem q não agirem. Fácil ser contra experiencias que não se compreende. Por mais gananciosos que sejam pesquisadores, são eles que movem boa parte da cura no mundo. Vivemos num mundo capitalista e isso nunca mudará. Porém, rebaixar o trabalho de pesquisadores, desconsiderando seu trabalho em detrimento de vidas de animais é, no minimo, ignorancia. EU respeito SIM os animais, mas se nada nunca fosse feito, morreriamos nós, eles e todo ser vivo das doenças mais absurdas.
    Lembre-se que SEUS FILHOS não tem rubeola, catapora, sarampo, cachumba e demais doenças que dizimaram crianças em todo mundo, graças ás vacinas elaboradas por pesquisadores.
    SEUS FILHOS podem tambem testemunhar a tão esperada cura para a AIDS e, de repente, o CANCER. Muito facil achar que curar essas doenças poderia ser tão simples, dada a complexidade genetica delas, quando não se conhece. Dificil é dar a cara pra bater e admitir desconhecimento e ignorancia.
    Não me leva a mal, mas trabalhei com pesquisadores renomados em universidades e eles NÃO PRATICAM TORTURA. Não ficam agulhando os bichinhos como diversão. É A UNICA FORMA DE FAZER. Cruel? Talvez. Mas sem opção.
    Grata.

    ResponderExcluir
  2. Mari... Se eu acrescentasse qq coisa ao teu "desabafo" certamente passaria do ponto. Sinto quase que exatamente o que vc aqui expressou. Concordo com vc no que tange a fraqueza da voz de defensores - parte por culpa deles próprios, parte por culpa de uma mentalidade especista como se pode ver claramente no comentário acima, que traz a sua respeitável opinião, mas infelizmente manchada pelo conceito errôneo de que uma vida vale mais do que a outra. Enfim... erramos todos - uns por conhecer o exato conceito de amor, outros não. Fato é que apesar do que vemos no lamentável atual governo brasileiro tão amado pelo povo, (lembremos que na história recente, o único momento em que se viu quebra de patentes foi durante a gestão de José Serra no Ministério da Saúde), há exemplos de ética em gestão pública e na ciência que já mencionei tanto aqui quanto no horizonte. Iniciativas de países que proibem os testes em animais para qualquer fim, todos os inúmeros farmacos criados sem uma única gota de sofrimento animal, prova clara de que há sim outras formas de pesquisa. Basta que haja boa-vontade para tanto. O grande problema? Normalmente as verbas para pesquisas científicas são liberadas em montante maior por laboratórios e obviamente isso gera vínculos da descoberta com o direito de exploração por parte de quem financiou a pesquisa. O mundo é especista, mas há os indivíduos que não são. São loucos, afetados, ignorantes? Talvez não menos do que os que correm atrás de dinheiro com loucura, afetação e ignorância! Uma única diferença entre as duas classes de pessoas: as primeiras são movidas por amor. E as outras? Excelente texto, como sempre... Bjn...

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário e pela visita!

Se seu comentário for uma pergunta, pedimos que deixe um e-mail de contato, pois não conseguimos responder comentário anônimos!

Ju e Thata

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Sem firulas © Layout criado por: Algodão Doce Design
imagem-logo