Twitter, eis a questão!

Bom, meninas, resolvi hoje explanar por aqui sobre o twitter, ferramenta que eu simplesmente amo. Além de desvendar alguns dos seus mistérios, quero aqui comentar suas aplicações diretas na minha vida e como hoje sou refém desse site. Enfim, twittemos por aqui!

A razão dessa abordagem deve-se principalmente aos meus amigos, pessoas em sua maioria bastante inteligentes, mas que simplesmente ignoram o twitter, por não entendê-lo e nem se darem ao trabalho de entender...Talvez a avassaladora maioria de vocês, diferentemente dos meus amigos, já utilize a ferramenta e esteja se perguntando nessa exato momento: “Aonde essa menina acha que o twitter é uma novidade?”. Talvez eu esteja querendo ensinar o padre nosso ao vigário, mas peço que resistam as introduções básicas e descubram aonde eu quero chegar no final.

O twitter é o que se pode chamar de um microblog, onde você tem exatos 140 caracteres para se manifestar de cada vez, quantas vezes quiser, sem censura ou restrições. Você cria o seu perfil, coloca informações para uma breve biografia, inclui uma foto, personaliza um fundo e começa a twittar com o mundo. Porque o mundo está no twitter.

A verdade é que quando você entra no twitter fica bastante perdida de início, mas tendo um pouquinho de paciência e força-de-vontade logo começa a desvendar seus segredos. Você passa a seguir, quem bem quiser, a pessoa pode, também, te seguir ou não. E qual a diferença? Quando você segue alguém, ficam disponíveis para você os tweets (que são as frases) dessa pessoa sempre que vocês duas estiverem on line ao mesmo tempo, assim como os tweets de todas as outras pessoas que você estiver seguindo.

Você também tem acesso fácil a página dessas pessoas clicando em "following", que lista todas as pessoas a quem você segue. Por sua vez os "followers" são os loucos que estão a te seguir. É uma conversa de hospício, muitas vezes. Ficam disponíveis por página cerca de 20 tweets de diferentes pessoas, cada uma falando alguma coisa diferente, que vão sendo atualizados conforme as pessoas vão lançando as suas frases. Loucura total. E nessa maratona, se iniciam conversas, diálogos e monólogos também.

Quando você quiser direcionar uma frase sua a alguém específico, basta adicionar o nome de usuário da pessoa em sua frase, antecedido por @ que automaticamente ficará visível a ela o que você escreveu, através da página inicial (home), dando assim o direito de resposta. 

Exemplo prático: eu por lá estou como @mar_iana_mt, se você quiser falar comigo é só escrever no seu tweet "Oi @mar_iana_mt também estou por aqui", quando eu entrar e clicar nas minhas menções verei o seu recado e poderei responder.

Esses tweets são públicos e todos podem ter acesso visualizando sua página principal, embora você também possa preservar seu perfil configurando-o como privado, o que faz com que somente as pessoas que você permitir te seguir é que terão acesso ao conteúdo que você escreve.

As Direct Messages, funcionam como um e-mail dentro do twitter, através delas você pode enviar e responder mensagens, apenas a quem você segue e por quem é seguido e ninguém mais terá acesso ao que vocês conversarão. Os reetweets também são bem legais...qualquer frase que você coloque e outra pessoa considere interessante, ela pode replicar, sua frase sai com o seu nome, mas na página dela o que divulga suas idéias para mais pessoas.

Entrei no twitter na intenção de divulgar meu blog, o que vem dando certo, inclusive, tinha outra idéia do site e nunca imaginei que fosse gostar tanto da ferramenta, até porque uma pessoa que faz postagens gigantescas, como eu, se limitar a 140 caracteres parece surreal. Mas eu me apaixonei,  me rendi, me encantei...e estou praticamente viciada!

Hoje tenho a convicção de que o twitter foi a melhor invenção virtual do planeta. Quando o acesso pela manhã, por exemplo, não preciso mais assistir ou ler jornais. As pessoas twitam notícias, indicam sites, mostram para o mundo o que no mundo acontece e você, em segundos, descobre tudo. Fácil e rápido.

Para facilitar esse intercâmbio de informações, se criaram sites específicos denominados encurtadores de URL, ou seja, você quer indicar um site, uma página da internet com uma notícia, mas não vai caber, porque a URL é superior aos 140 caracteres permitidos, então esse site reduz o número de caracteres possibilitando que seja incluindo no tweet o link que você deseja divulgar...

Mas tirando toda a parafernália de funcionamento, vou falar uma frase que vai soar estranha, mas é verdadeira. O twitter me ensinou a ser mais humana. Loucura? Não e vou explicar o porquê. Eu sou uma pessoa que quer mudar o mundo e precisa de muitas outras pessoas com essa pretensão ao meu lado...por isso saio seguindo mesmo, todo mundo que me aparece pela frente, alguns também me seguem de volta, outros me acham e passam a seguir e alguns são indicados por pessoas que já estão no meu círculo de favoritos.

Hoje estou com o número de 2300 pessoas a me seguir, tenho acesso ao que cada uma diz...Não vou dizer que tudo são flores...há frases do tipo “que vontade de comer pizza”ou ”que preguiça de ir para escola”...que realmente me dão vontade de excluir a pessoa, mas quem sou eu, afinal, para me julgar tão mais interessante ou envolvida com causas mais justas e humanas a ponto de julgar o que os outros querem compartilhar com o resto do planeta? O site é livre, o twitter é dela, cada um que escreva o que lhe vier a cabeça mesmo! E é essa democracia que me inspira!

Porque no meio de tantas futilidades e até mesmo bizarrices, você descobre pessoas incríveis, projetos maravilhosos, gente que trabalha pra mudar o mundo, gente cabeça, frases sensacionais, de pessoas que não vão ficar famosas...o que é uma pena. Tem muita gente boa escondida do outro lado do monitor. E isso me fez admirar mais as pessoas. Aprendo absurdamente por lá, descubro sites sensacionais e pessoas brilhantes, generosas, que chegam a me mimar...Rolam debates, divulgações de projetos de lei e campanhas, denúncias, tudo que visa a coletividade, o funcionamento...é muito bom!

E desse modo o twitter me ensinou a ser mais humana, a querer ouvir, além de falar  (no caso ler, além de escrever), porque por mais boba ou frívola que pareça ser uma pessoa, uma hora ela vai lançar uma frase que vai me fazer admirá-la. E isso é compensador e até inspirador, eu diria.

Por fim: eu indico muito a utilização do twitter, por todos os motivos que listei acima e outros mais que vocês só conhecerão se resolverem se arriscar por lá. E a quem se interessar pode contar comigo que eu dou uma forcinha,  sigo de volta também, não tenho a menor vontade de seguir apenas um seleto grupo e esperar que uma multidão me siga sem ter respostas, como acontece nos perfis de celebridades. Sou real, de carne e osso, uma pessoa como outra qualquer, que também se interessa por quem tem  interesse por mim. Quero uma via de mão dupla, estou lá, aqui, na vida pra somar sim, dividir também, mas principalmente para multiplicar!

É isso: sigam-me os bons...!

Perdoem-me se falei mais do mesmo, o que já estão carecas de saber, mas dentre o mundo virtual, acho que o twitter vale uma "postagenzinha"...

Até quarta que vem...e preparem os lencinhos que semana que vem a postagem vai emocionar, pelo menos assim eu acho!

3 comentários:

  1. amei o post...e concordo com muito do que disse...tenho twitter,mas ainda não me acostumei muito com ele...estou aprendendo,mas já gosto...parabéns pelo blog,gosto muito daqui...bjkixxxxxx
    http://tatto-patinhas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Pronto moça... Chegamos ao ponto de eu não poder comentar um post teu! (que triste!) Sou incapaz por falta de embasamento. Recuso-me a falar asneiras e se não conheço o tema simplesmente poupo os ouvidos alheios. Nunca entrei no twitter por ser prolixa e 140 caracteres me exigiriam um poder de síntese distante de minha capacidade mental! rsrsrs Como admiro quem consegue! Mas confesso que depois do teu post, me deu vontade de conhecer e reavaliar. bjn...

    ResponderExcluir
  3. Milena - Sei bem como é isso, meus primeiros tweets se resumiam a "estou perdidassa por aqui!", ai comecei a procurar assuntos e pessoas que se interessavam por assuntos que me animam...não deu outra: me apaixonei pela proposta do site! E nessas muita gente chega a me sugerir postagens para o blog...tudo começou a acontecer bem naturamente, certamente devo ao twitter o aumento de seguidores e elogios ao meu blog. Fico contente que tenha gostado do post. beijos!

    Kamylla - Obrigada pelos comentários carinhosos. É isso ai, não desista do twitter porque ele vale a pena. O blog é da Thata, mãe e bloggeira dedicada que foi a única responsável por rechear esse blog com assuntos variados que fazem com que mulheres de todos os tipos se rendam a ele e o acompanhem diariamente. Ela gentilmente me cedeu uma coluninha, que estou adorando fazer por aqui, num gesto de confiança que representa bem o que eu quis dizer com o post. A internet, de forma geral, tem muita porcaria a oferecer, mas temos a felicidade de encontar pessoas interessantissimas com um coração grandioso, como a Thata que permitiu que mais quatro meninas viessem se intrometar no blog dela. Beijos!

    Jafa - que bom que consegui instiga-la a conhecer melhor o twitter. Essa era a minha maior desconfiança: os benditos 140 caracteres, logo no começo cheguei a escrever "Acho que não consigo ser interessante com poucas palavras..." Mas como minha maior intenção era divulgar o blog, persisti e no final, estou apaixonada! Se resolver fazer uma tentativa, me ache por lá que eu dou uma forcinha. Beijos!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário e pela visita!

Se seu comentário for uma pergunta, pedimos que deixe um e-mail de contato, pois não conseguimos responder comentário anônimos!

Ju e Thata

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Sem firulas © Layout criado por: Algodão Doce Design
imagem-logo